É importante saber como as rugas se apresentam em seu rosto, a fim de descobrir qual é a causa delas e decidir por um tratamento apropriado que fará a aparência facial “voltar no tempo”.

Portanto, saiba agora como distinguir uma ruga dinâmica de uma estática.

Rugas Dinâmicas

As rugas DINÂMICAS têm como causa a contração dos músculos ligados à pele sobrejacente. A cada contração, a pele se aglomera em determinado ponto e isso acaba, com o tempo, formando linhas na pele. As regiões mais afetadas pelas rugas dinâmicas são entre as sobrancelhas, a testa e os cantos dos olhos.

Para tratar estas ‘marcas’, é necessário enfraquecer os músculos. Um tratamento indicado é a aplicação de “Botox” (toxina botulínica), que diminui a ação dos músculos e elimina, consequentemente, as incômodas rugas.

Rugas Estáticas

As rugas ESTÁTICAS surgem pela falta de elasticidade da pele, deficiência de colágeno e também quando as dinâmicas não são tratadas, podem se transformar em estáticas. Podem aparecer também por fator causado pela exposição ao sol, fumo, genética, por uma nutrição deficiente ou pelo enrugamento prolongado.

Para simplificar, as rugas estáticas são visíveis mesmo sem contração muscular – são permanentes. As regiões das bochechas e dos olhos são as mais afetadas. Para tratar, os métodos mais eficazes são o Laser e os Peelings, por estimularem a formação de colágeno.

Gostou de nossas dicas? Deixe seu comentário com a sua experiência sobre o tema! Nos acompanhe no Facebook e Instagram e saiba mais sobre as novidades em Estética e promoções! Você pode também ver outras matérias como esta em nosso blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *