Há dias em que bate aquela vontade de comer um docinho, porém o açúcar é um alimento viciante e torna o cérebro viciado em docinhos, e aquela vontade que antes era apenas 1 vez por semana torna-se rotineira e pode acabar com sua dieta. O primeiro passo não é simplesmente cortar o açúcar, porém deve-se descobrir os motivos de sentir tanta necessidade do doce. Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para driblar essa vontade.

1.Acabando com o vício

Você é daquelas pessoas que têm necessidade de consumir doces diariamente? Estudos mostram que o açúcar pode ser tão viciante quanto o álcool, o cigarro e as drogas! A única maneira de resolver é passar por um período de abstinência. Sim, você irá sofrer nos três primeiros dias, mas depois fica mais fácil. Que tal passar por essa experiência e readaptar o seu paladar?!

2. Deficiências nutricionais

A falta de magnésio e cromo pode aumentar à vontade por doces, sabia? Para reverter essa deficiência, aumente o consumo de castanha-do-pará, amêndoas, cacau e semente de girassol, que são ricos em magnésio e grãos integrais e carnes, ricos em cromo.

3. Baixo consumo de proteínas e/ou gordura

A alimentação pobre em proteína e gordura faz com que aumente a sensação de fome e consequentemente, cresça a vontade de comer doce e “beliscar” o tempo todo. Nesses casos, é importante prestar atenção nas suas refeições para que tenham sempre fontes de gorduras saudáveis (azeite, abacate e castanhas) e fontes de proteínas (ovo, peixe e carnes magras), assim você se sentirá sempre saciada!

4. Noites mal dormidas

Estudos mostram que noites mal dormidas estão diretamente relacionadas à vontade de consumir alimentos doces ao longo do dia. Por isso é muito importante estabelecer uma rotina do sono e dormir, no mínimo, oito horas por noite.

5. TPM

Durante a TPM, há uma queda nos níveis de serotonina e isso provoca alteração no humor e aumento da vontade de doces. Para fugir da tentação, invista nos alimentos fontes de triptofano, aminoácido que é precursor da serotonina, como amêndoas, castanha-do-caju, frango, grão de bico e queijos.

6. Ansiedade e estresse

Com a correria do dia a dia, é comum o aumento da ansiedade e estresse, mas com certeza não será comendo doces que os problemas se resolverão. Pelo contrário, só tende a piorar! Que tal fazer uma atividade física, experimentar uma meditação ou uma terapia? São alternativas muito mais saudáveis e que irão melhorar seu estilo de vida.

7. Nenhuma das opções anteriores

Se você não se enquadrou em nenhuma das situações acima e está com uma vontade pontual de comer doce… Siga em frente! É melhor comer uma porção pequena de doce, do que tentar enganar o corpo com outras opções que, na maioria das vezes, não satisfazem e, no fim, você acaba comendo o doce por cima. O melhor horário para comer doce é após o almoço e, se for para escolher doces saudáveis, aposte em chocolate 70% e em frutas, como morango ou banana, com chocolate 70% cacau derretido ou frutas secas, pasta de amêndoas, pasta de amendoim e cacau.

 

Gostou de nossas dicas? Deixe seu comentário com a sua experiência sobre o tema! Nos acompanhe no Facebook e Instagram e saiba mais sobre as novidades em Estética e promoções! Você pode também ver outras matérias como esta em nosso blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *