Fisioterapia Manual

A terapia manual é uma das áreas da Fisioterapia que atua na avaliação detalhada e criteriosa do paciente, possuindo uma visão global do organismo e utiliza-se de recursos diagnósticos e terapêuticos em estruturas que a fisioterapia convencional não atua, como por exemplo, mobilizações e manipulações articulares, manipulação visceral, miofascial, craniana e neural.

Todos podem se beneficiar da terapia manual, inclusive aqueles que não apresentam nenhuma disfunção ou dor, nestes casos seriam um trabalho preventivo. Aqueles que apresentam dores do tipo agudas ou crônicas, falta de mobilidade ou dor na movimentação, hérnias discais, dores irradiadas, posturas incorretas, entre outros distúrbios, tendem a se beneficiar muito destas terapias, pois o profissional dispõe de várias técnicas para tratar da melhor forma o seu quadro clinico.

Os Objetivos da Terapia Manual são:

  • Identificar e corrigir disfunções de movimento nas articulações da coluna vertebral, membros superiores e membros inferiores.
  • Entender a relação entre as alterações do movimento normal com a má função dos componentes articulares, sistema nervoso e sistema circulatório.
  • Avaliar e corrigir desequilíbrios posturais e biomecânicos através de técnicas manipulativas, técnicas de mobilizações articulares, musculares, neurais e viscerais.
  • Educar e instruir o cliente nas atividades de vida diária, corrigindo hábitos que auxiliarão na melhora do seu respectivo problema.
  • Trabalhar a propriocepção, consciência corporal e a força muscular.
  • Orientar sobre a importância da manutenção e prevenção, através das técnicas.

Quiropraxia

A Quiropraxia é uma especialidade da Fisioterapia, reconhecida e incentivada pela organização mundial de saúde (OMS) no qual se dedica no diagnóstico, tratamento e prevenção de distúrbios biomecânicos, ou seja, ossos, ligamentos, tendões, nervos, articulações e músculos; tendo um olhar extremamente refinado no que diz respeito à coluna vertebral, visto que é o grande pilar de sustentação do nosso corpo.

O tratamento quiroprático é composto por técnicas manuais, orientações de hábitos, técnicas posturais, e prescrições de exercícios específicos. Seu grande diferencial está no ajustamento articular, ou seja, manobras rápidas e precisas, que em alguns momentos podem vir acompanhado de estalidos, cujo qual restaurará a função da articulação e permitirá que seu corpo funcione harmonicamente, reduzindo o risco de desenvolver lesão.

Método Mckenzie (MDT)

O Método Mckenzie de Diagnóstico e Terapia Mecânica (MDT, do inglês Mechanical Diagnosis and Therapy) é um método, internacionalmente reconhecido, de avaliação e tratamento da dor na coluna, pescoço e extremidades.

O MDT é uma filosofia de educação e envolvimento ativo do paciente, em que profissionais da saúde e pacientes do mundo inteiro confiam e usam para problemas do corpo como um todo, mas é direcionado para coluna vertebral. Dentre as abordagens disponíveis, o MDT é o método de fisioterapia mais pesquisado atualmente.

Sua característica fundamental é a avaliação inicial – uma maneira segura e confiável para alcançar um diagnóstico mecânico preciso e só depois traçar o plano de tratamento adequado.

Na sua essência, o MDT é uma abordagem abrangente baseada em princípios e fundamentos sólidos, que, quando bem compreendida e aplicada, é muito eficaz. 

Método Busquet: Cadeias Fisiológicas

Está baseado em um exame completo que coloca em evidência os pontos de tensão em diferentes partes do corpo. É aplicado em seguida um método de tratamento manual, para liberar as zonas de tensão, devolver uma boa mobilidade tissular às diferentes cadeias, devolver uma melhor função corporal, devolver uma melhor estática.

As cadeias fisiológicas são os circuitos anatômicos (neural, muscular, articular e visceral) através dos quais se propagam as forças organizadoras do corpo. O grande diferencial do método é integrar toda a anatomia da cabeça aos pés.

O conjunto das funções corporais (Cadeias) são então naturalmente programadas. O Tratamento pelo Método consiste em eliminar ao máximo as tensões estruturais parasitas que são a base das disfunções, das deformações e das dores.